quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

PÉ SUJO



Quem é um boêmio autêntico sabe que para pedir fiado é preciso ser um grande cara-de-pau. Mas negar, então, é uma arte.
Em cada boteco pé-sujo há pelo menos uma frase dizendo que vender bebidas para quem não paga na hora é proibido. E pelo tanto que negam, os pedidos de “pendurar” devem ser muitos.
O melhor de tudo é a criatividade das pessoas ao montar frases de fiado do tipo:
“Fiado é igual barba, se não cortar, cresce”
“Fiado só para maiores de 90 anos acompanhados dos pais”
“Fiado? Só em dia de feriado, que o boteco está fechado”
“Para não haver transtorno, aqui neste barracão, só vendo fiado a corno, filho da puta e ladrão”
“Promoção! Peça fiado e ganhe um não!”
“Botequim do Serafim. Não é permitido entrar bêbado. Sair sim”. Botequim do Serafim, Rio de Janeiro.
“Fiado? Só na casa da sogra!”
“Fiado nem a caralho”
“Deus inventou o homem
a mulher inventou o pecado
Deus inventou o dinheiro
o Diabo inventou o fiado!”
Haja Criatividade!.

3 comentários:

J.BOSCO disse...

show de bola os rascunhos meu amigo Andrezito!
abs

andré abreu disse...

valeu Bosco, misturar Carveja e Caneta dá nisso..rsrs

abs

Osvaldo disse...

André, excelente trabalho. Retrato fidedigno do quotidiano dos botecos.
Abraços